“PÃO NA CHAPA” por Clementino

11 - Texto poético "PÃO NA CHAPA" por Clementino - Pílulas de Poesia

Pílulas de Poesia trazem para você…

Texto poético “PÃO NA CHAPA” por Clementino, conheça a partícula da alma deste poeta, que será compartilhada mensalmente com todos nossos leitores

PÃO NA CHAPA – sátira

Eu já fui rico um dia. Tinha apartamentos, três carros na garagem, barco a motor num ancoradouro particular no rio que beirava o meu quintal, etc.etc.

Só que após a aposentadoria os meus rendimentos foram escasseando até acabarem.

Conclusão: Tive que reciclar a minha vida e para isso comecei fazendo um curso para aprender a ser pobre. 

Ah! Ah! Ah! Ah! Foi difícil pra caramba no começo, mas ao término do curso foi bem gratificante. Aprendi tudo direitinho e passei em primeiro lugar.

Uma das primeiras aulas foi como se virar na hora do café da manhã com biscoitos moles,  pães dormidos de dois dias, margarina de segunda qualidade,  leite do tipo C embalado em sacos plásticos. Foi um tormento esse começo.

Afinal, eu estava acostumado com um gostoso bleakfast regado a mel, leite tipo A, acompanhado de brioches, patê de peito de peru ou de fígado de ganso das montanhas européias. O complemento sempre era com frutas tropicais da época (mamão, abacate, morangos, abacaxi, manga), compotas e outros doces maravilhosos.

Agora,  na hora do almoço  tenho que correr para essas instituições que fornecem almoço a R$1,00 (um real) – BOM PRATO. Além do mais, não tendo nenhum automóvel, nem  daqueles velhinhos dec1960,  tive que aprender viajar diariamente em coletivos, muitas vezes em pé, principalmente nesses trens que pra entrar você só precisa estar na fila e aguardar que o povão em massa  empurra.  Você entra  de qualquer jeito. KKKKKK. Na hora de desembarcar ma Estação da Luz ou do Brás em São Paulo é a mesma coisa. Beleza. A gente fica esperta que só.

Enfim, café da manhã com um pão amanhecido com margarina esquentados na chapa é um bálsamo para um estômago roncante.

Provérbio popular: Ás vezes é melhor ter uma única moeda de um real no bolso e um amigo fiel e sincero do que alguns milhões depositados no banco, carros, mansões, etc. e um mundo de amigos interesseiros.

Clementino, poeta e músico de São Sebastião – SPBR.

acompanhe suas publicações nas Pílulas de Poesia em:
https://blog.smdp.com.br/tag/clementino

Quem é Clementino?

Clementino, enquanto poeta e músico, é estudioso em ambas as artes. Apaixonado pelo sol, céu, lua, mar, praia, campos, bosques, flores e pássaros, transcreve para o papel e para o violão o melhor dos seus sentimentos.

Veja sua biografia através deste link:
https://smdp.com.br/bio/clementino

Seu site:
https://www.clementinopoetaemusico.com

Ou acesse e assista suas apresentações no Café com Poesia
https://www.youtube.com/playlist?list=PLY0gqsQcfp0cWyWh4fx7X5ofwLUFIteuE

Quem é a SMDP?

Quem é a SMDP

A SMDP – Sociedade Mundial dos Poetas, é uma entidade digital, que busca unir, entidades culturais e artes, com os mundos digitais e físicos. Desejamos valorizar e ampliar a boa cultura em seus mais diversos formatos e sabores.

Convidamos a você e seus amigos à…

Siga, assine, inscreva-se, curta e compartilhe

Twitter: https://twitter.com/smdp_oficial
Facebook: https://facebook.com/sociedademundialdospoetas
Youtube: https://youtube.com/sociedademundialdospoetas
Pinterest: https://br.pinterest.com/smdpoficial
Instagram: https://www.instagram.com/sociedademundialdospoetas
SMDP: https://smdp.com.br
Café com Poesia:
https://cafecompoesia.com.br
https://blog.cafecompoesia.com.br
https://youtube.com/cafecompoesia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *